sexta-feira, 1 de junho de 2012

Biblioteca Rústica

Nosso amigo e parceiro de projeto, o dono do Sítio Vanessa, Edemilson Pereira está procurando ideias para ampliar a biblioteca. Quando um projeto alcança o tamanho que alcançou a Biblioteca do Sítio Vanessa (acervo com cerca de 1000 livros, e eventos literários proporcionados à comunidade, onde antes não existia esse tipo de atividade cultural), é natural que os moradores, parentes, amigos e colegas, a comunidade em geral, comecem a pensar em que "cara" a biblioteca poderia ter, assim que ela sair da sala da Dona Josefa, e for remanejada para algum outro lugar dentro do Sítio Vanessa, para que possa ser ampliada. Todo mundo sente vontade de opinar e opina um pouquinho. Eu vou deixar aqui algumas ideias e imagens do que pensamos que seria bem bacana colocar em uma biblioteca com os aspectos da Biblioteca do Sítio Vanessa: estrada rural, natureza exuberante, pessoas interessadas em sustentabilidade, solidariedade, raízes muito voltadas para a preservação ambiental, eventos voltados para o incentivo à leitura e preservação do meio ambiente, comunidade mais unida, pessoas reunidas em torno de um objetivo: o acesso aos livros...


Caixas de feira
Essas caixas de feiras utilizadas como estantes são bem simpáticas, num espaço pequeno servem para abrigar uma boa quantidade de livros e revistas

A Biblioteca Comunitária do Sítio Vanessa iniciou sua história com 30 livros que reunimos de nossa própria estante, e algumas enciclopédias. Achamos que a caixa de feira é o símbolo de algo que começa pequeno, com poucos volumes, e vai aumentando com a solidariedade das pessoas que doaram de suas próprias estantes, seus livros para um acervo imenso, hoje com quase 1000 livros (pouco mais de 700 que doamos, e os demais que foram levados pessoalmente até o Sítio por outros simpatizantes da nossa iniciativa).

Edemilson Pereira e a caixa de livros que iniciou
o acervo a Biblioteca do Sítio Vanessa
Essa imagem do Edemilson segurando a caixa de feira com os livros que doamos para iniciar a Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa é muito marcante, representa transformação, mudanças para melhor, valorização da comunidade, encontro, amizade, fortalecimento, e o mais importante, que é o foco do nossa iniciativa: mais pessoas com acesso aos livros, mais gente lendo.

Estantes de madeira com material reciclado ou de demolição

Uma opção interessante é montar estantes com madeira reciclada ou de demolição. Hoje em dia é mais fácil ter acesso a esses materiais, porque as pessoas estão mais conscientes da importância e urgência da preservação ambiental, e da reutilização de materiais. A prática do lema "reduza, recicle, reutilize" já é seguida no Sítio Vanessa. Com a ajuda dos amigos e visitantes, poderíamos reunir madeira de pallets e de demolição para montar as estantes. Uma biblioteca construída com a ajuda e solidariedade de todos, fortalece laços e renova as possibilidades de ação da comunidade. Sempre tem alguém que tem uma madeirinha, um móvel antigo encostado, eles poderiam agora ganhar um novo uso e fazer parte da ampliação da biblioteca.

Um dos talentos do Edemilson é a arte de criar edificações com bambu. Ele constrói gazebos de bambu com muita facilidade. Esses gazebos abrigam os visitantes durantes as confraternizações com amigos e parentes, almoços, festas e reuniões importantes. Também já serviram para a realização de nossos eventos literários.

A estrutura da edificação de bambu construída pelo Edemilson

Essa edificação foi construída pelo Edemilson para as confraternizações de amigos, parentes e pessoas da comunidade

Portal de entrada do Sítio Vanessa construído pelo Edemilson

Entrada do Sítio Vanessa
Uma das ideias que tivemos que seria muito interessante, e casaria bem com a identidade visual do Sítio Vanessa, é a construção de um gazebo de bambu para ser a biblioteca. Esses gazebos são muito práticos, protegem da chuva, abrigam facilmente várias pessoas, como pudemos constatar no nosso 1º Passeio Educativo. Com uma boa iluminação direcionada para a leitura, imaginamos que seria uma biblioteca perfeita, exatamente com a cara do Sítio Vanessa. Poderíamos pensar um jeito de fechar esse gazebo nas laterais, protegê-lo, com madeira, toldos ou lona grossa. Existem várias possibilidades de material para fechar as laterais, e usos ilimitados para a área sob o gazebo. A área de uso do gazebo poderia ser utilizada para oficinas de colagem, rodas de leitura, contações de histórias, encontro com escritores, palestras educativas, encontros com profissionais de várias áreas, debates e tantos outros eventos voltados ao incentivo à leitura, educação e preservação do meio ambiente. Os empréstimos de livros passariam a acontecer ali mesmo, sob o gazebo de bambu, e integrar a comunidade ainda mais a biblioteca.

1º Passeio Educativo da Biblioteca do Sítio: a apresentação do acervo e o empréstimo
de livros ocorreram numa das edificações construídas pelo Edemilson
Com algumas adaptações para o revestimento do chão, e fechamento das laterais, o gazebo de bambu criado pelo Edemilson já parece uma simpática biblioteca para nós.

0 comentários:

Postar um comentário