quarta-feira, 25 de abril de 2012

Livros holandeses reutilizados chegam às mãos dos leitores na Estrada do Anhaia

Os livros holandeses transformados para um melhor uso em outro país, traduzidos pela pedagoga brasileira que trabalha na Biblioteca de Breda, na Holanda e que mora em Zundert, Juliette Fernandes, revertidos em livros de língua portuguesa, através de impressão, recorte, colagens e muito carinho, chegaram à Estrada do Anhaia em Morretes, foram entregues durante o Bate-Papo Literário na Estrada do Anhaia, e fizeram sucesso entre as crianças. Eles foram levados juntamente com as doações de livros feitas pela Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa e a Freguesia do Livro. Duas caixas foram levadas com 80 livros cada uma, para que uma caixa fique na Escola Rural Municipal de Anhaia e a outra na Escola Rural Municipal de Rodeio, e assim os alunos do pré até a 5ª série tenham uma maior variedade de livros acessíveis, além daqueles que eles já tinham na escola.


Livros holandeses traduzidos para o português através de colagens por Juliette Fernandes

Os títulos "Arrumando o Quarto", "Está tudo bem Bóris?", Felix quer dormir" e "Pequeno Urso tem muitos amigos" fizeram sucesso nas mãos das crianças do pré e da primeira série. Os livros são muito diferentes, coloridos, divertidos, e as ilustrações são lindas. O livro "Arrumando o Quarto" era todo de transparências, conforme o leitor vai virando as páginas, o quarto do menino da história vai ficando organizado. As crianças me pediam para explicar para elas a leitura daquele livro, porque as transparências eram a janela do quarto do menino, e a cada página, os objetos mudam de lugar, porque ele vai guardando os objetos numa caixa. As crianças (e nós também) nunca tínhamos visto um livro com essa dinâmica, então ele foi muito bem recebido, despertou a curiosidade, elas me perguntavam o que estava acontecendo na história, e como visualizar aquela linguagem gráfica, foi muito legal!

Professora Rosângela Comunello contando a história do Bóris para o aluno Igor do prézinho

Dani Carneiro contando a história do livro "Pequeno Urso tem Amigos" para a aluna Rayane

As alunas Rafaela e Kethelyn folheando o livro "Arrumando o Quarto"
Na prática a gente comprovou a importância de ter livros sem muito texto, mas ricamente ilustrados para as crianças que ainda estão iniciando a alfabetização, alunos do pré e da 1ª série

Alunos com os livros holandeses "Pedro se Perdeu" e "Porquê?"

"Félix Quer Dormir" direto para a mão da aluna Ellen Hanna da 5ª série

A Juliette enviou uma caixa de livros holandeses traduzidos para Curitiba, que foram divididos entre a Biblioteca do Sítio Vanessa e a Freguesia do Livro. A Jô e a Angela da Freguesia levaram os livros holandeses para o Hospital Erasto Gaertner que trabalha na recuperação de crianças com a saúde em estado delicado.

Eu expliquei para as crianças para elas não puxarem os adesivos, porque os adesivos são a "legenda" dos livros com a tradução, e elas entenderam totalmente, principalmente as pequenininhas que foram as que mais se maravilharam, porque ainda vão entrar em processo de alfabetização. Os livros holandeses traduzidos para o português através de colagens pela Juliette, e depois de uma viagem enorme, direto de Zundert, a cidade do nosso amado e inspirador Vincent Van Gogh, finalmente encontraram seus leitores =)

Saiba mais sobre os livros holandeses doados pela Juliette Fernandes.

0 comentários:

Postar um comentário