domingo, 18 de março de 2012

Da Holanda para a Estrada do Anhaia


Juliette Fernandes vive há quase quatro anos em uma pequena e linda cidade da Holanda que se chama Zundert. A cidade inspiradora é o local de nascimento do brilhante pintor – e pai do expressionismo – Vincent Van Gogh. Os livros sempre fizeram parte de sua vida. Atualmente Juliette trabalha na Biblioteca Central de Breda, uma cidade com 170 mil habitantes e 10 bibliotecas públicas. A primeira vez que Juliette viu um carrinho abarrotado de livros infantis que seriam destinados à venda por um preço simbólico, a brasileira encantou-se e desejou ter uma varinha de condão, e num toque de mágica, traduzir todos aqueles livros do holandês para o português para enviá-los ao Brasil. Os livros estavam em perfeito estado de conservação eram bonitos, atrativos aos olhos, e também tinham capa dura, o que a fez imaginar que ainda durariam muitos anos nas bibliotecas comunitárias brasileiras, destino que ela gostaria de dar a eles. 

Ela descobriu uma maneira muito inspiradora de reutilizar livros infantis holandeses, transformando-os em livros para leitores brasileiros: através de tradução, impressão, recorte e colagem. A história detalhada do trabalho de Juliette em reciclar os livros holandeses para crianças brasileiras, pode ser lida em detalhes no texto que publiquei no blog Livros E Afins.

Juliette mandou uma caixa de livros para o Brasil. Após uma longa viagem diretamente da terra de Van Gogh, os livros finalmente chegaram. Da Holanda para a Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa em Morretes, e para a Freguesia do Livro em Curitiba, onde serão destinados à um projeto especial que envolva crianças em estado de recuperação da saúde, a ser definido nas próximas semanas, e que será divulgado no blog da Freguesia.

Escolhi 13 exemplares que mais combinam com o perfil das crianças das escolas rurais do Anhaia com quem já tivemos contato no 1º Passeio Educativo da Biblioteca do Sítio Vanessa, evento que nos proporcionou uma grande experiência, e nos mostrou quais as próximas direções a serem tomadas pela Biblioteca. Ao entregar esses livros passarei orientações  para as crianças sobre os cuidados que elas precisam ter ao manipular as páginas. Os livros têm um adesivo transparente por cima das colagens de sulfite com as traduções (veja nas fotos).  A Juliette fez um trabalho meticuloso de colagem, e uma criança mais curiosa, ou um pouco menorzinha, poderá não compreender que aquela "legenda" não é para arrancar. Explicarei à elas para resistirem à tentação de arrancar uma beiradinha do adesivo transparente, um gesto que é tão automático em algumas situações à todos nós. Segundo a Juliette, se bem cuidados esses livros vão durar mais uma década. Alguns deles tem idade entre 10 e 25 anos, mas parecem novinhos. 

Como na Biblioteca do Sítio Vanessa os empréstimos são livres, e os leitores que passam por lá ficam à vontade para emprestar os livros que desejam, nós não teríamos como passar as orientações e os cuidados de uso a cada criança que possa ver os livros, entrar em contato com eles e emprestá-los, porque a biblioteca é livre. E também não estamos em Morretes (moramos em Curitiba) para atender a cada um dos leitores, e nem exigiríamos do Edemilson (dono do Sítio e parceiro de projeto) um cuidado como esse, porque além do trabalho dele na gráfica durante a semana, ele já tem a manutenção do Sítio inteiro para fazer.

Mas ao chegar em casa e observar os livros holandeses mais uma vez (agora com legendas em português), eu pensei em uma solução simples para essa questão. Vou colocá-la em prática quando o nosso próximo evento acontecer, e mostrarei para vocês aqui no blog. Mas só vou contar depois que executar na prática, afinal nós estamos aqui para isso, pensar em soluções para as nossas bibliotecas comunitárias, em maneiras viáveis para que os livros cheguem às mãos desses leitores e dessas crianças, mas que sejam preservados para vários leitores ao longo dos próximos meses, anos, etc.

Obrigada Juliette! O espírito de Van Gogh ilumina à todos nós.


Leia sobre a Juliette Fernandes no blog Livros E Afins e no blog da Jô Bibas com mais fotos dos livros holandeses em ArteAmiga.

Aproveita a oportunidade e assista o programa  dedicado ao pintor Van Gogh na série O Poder da Arte de Simon Schama (Simon Schama's Power of Art - 2006). O programa foi realizado pela BBC, é apresentado pelo historiador Simon Schama, e reproduz a história de Van Gogh, baseando-se nas cartas que o artista trocou com seu irmão Théo ao longo da vida. Essas cartas podem ser lidas no livro " Cartas a Théo". É uma oportunidade de conhecer alguns dos fatos mais relevantes da vida desse artista inovador que foi Vincent Van Gogh (dele descendem todos os braços de expressão da arte moderna, e amamos ele profundamente!). Aproveita a oportunidade!

O episódio dedicado ao artista está disponível legendado em português no You Tube em 6 partes, todas linkadas logo abaixo, assista quando tiver um tempinho:

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 01

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 02

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 03

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 04

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 05

"O Poder da Arte" Van Gogh parte 06

Um comentário: