domingo, 5 de fevereiro de 2012

Doação é amor

Alunos das escolas rurais de Rodeio e do Anhaia com os livros doados à Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa

Quando for doar qualquer coisa para outra pessoa: livros, revistas, roupas, objetos de higiene e limpeza, bijuteria, cobertores, comida, antes faça uma pequena reflexão: isso que eu estou doando pode ser verdadeiramente reaproveitado? Você gostaria de receber de outra pessoa isso que você está doando? Doação não tem nada a ver com “descarte”. Não repasse algo pra frente porque você quer se livrar, mas não tem coragem, porque outra pessoa “pobrinha” poderia aproveitar. Se não dá para aproveitar, é lixo!

Se for doar roupas, não doe roupas velhas, imprestáveis, doe aquilo que você gostaria de usar ainda, mas não te serve mais. Exemplo: “Essa blusinha preta não fica bem em mim porque engordei, mas numa menina magrinha ficaria bonita, porque não usei muito”.
Se for doar um sapato salto agulha, um casaco de pele sintética, um vestido longo para o tapete vermelho, doe para alguém que você sabe que tem a vida social animada, nada de enviar para os resgatados de alguma enchente.

Se você está com dó de se desfazer de roupas velhas, rasgadas, muito batidas, que seriam um absurdo serem doadas para outras pessoas, doe para instituições que resgatam e cuidam de animais, pois eles têm muita utilidade para tecidos, seja para servir de cobertores, limpar o chão, e inúmeras tarefas.
Se for doar um cobertor, edredom ou roupas de cama coloque no sol, ou lave antes de doar. Se for doar comida, doe somente o que você comeria. Não vá doar os molhos de tomate, ketchups e mostardas velhos da geladeira.Se estiver com a data vencida: Lixo!
Se for doar bijuterias, nada que esteja faltando peça, ou faltando o par. Jogue fora.

Se for doar livros, doe livros que você ainda sentiria prazer em reler. Está com traças, mofado, rasgado, faltando folhas, é apostila de cursinho vestibular, de curso de inglês com os exercícios preenchidos, livros riscados, não tem como outra pessoa fazer uso disso. Lixo reciclável neles!
Doação é amor, é muito mais que "se livrar" de algo que está atravancando o caminho, é respeito pelo próximo, é cuidado. O cuidado que você tem com suas coisas sendo repassado para outra pessoa. Doar é se colocar no lugar da outra pessoa, ser capaz de por um instante tentar compreender a situação dela, e se colocar naquela situação.

Não vamos mais ver "doação" como uma oportunidade de nos livrar do lixo que não temos coragem de jogar fora.

Texto de Daniele Carneiro - Bibliotecas do Brasil
contato@bibliotecasdobrasil.com

2 comentários:

  1. Muito bom seu post! Estou pensando em criar u m biblioteca comunitaria e compartilharei no Face ele como referencia!
    Deus te abençoe!

    ResponderExcluir
  2. Achei a ideia maravilhosa!!!! Parabéns!!!!

    ResponderExcluir