quarta-feira, 27 de julho de 2011

Sobre Bibliotecas Comunitárias

As bibliotecas comunitárias são criadas a partir da iniciativa de uma comunidade, ou de forma voluntária sem a intervenção do governo. Elas surgem através da iniciativa espontânea de pessoas interessadas em divulgar a leitura em locais onde não existem espaços culturais próximos. As bibliotecas comunitárias servem à coletividade, e quanto maior o número de pessoas da comunidade que tiverem acesso aos livros, maior será o interesse delas em atividades que envolvem a leitura. O livro deixa de ser um objeto distante da realidade das pessoas, e passa a fazer parte de suas vidas.

As bibliotecas comunitárias têm como propósito tornar os livros acessíveis às pessoas, e ampliar o acesso da comunidade à informação, ao conhecimento e à leitura. Uma biblioteca comunitária não é ligada a nenhum órgão governamental. Oferece acesso livre aos livros sem cobrar nenhuma taxa, não tem a obrigatoriedade de uma carteirinha de empréstimo, e não estabelece prazos para a devolução do livro. Os leitores devolvem o livro para a biblioteca em seu próprio tempo, assim que finalizarem a leitura. A biblioteca não lucra com suas atividades. Seu acervo é mantido através de doações de livros por pessoas simpáticas à ideia. A gestão da biblioteca é feita por voluntários. Qualquer pessoa pode emprestar livros sem restrições.

Nota do Wikipedia sobre Bibliotecas Comunitárias: “O número dessas bibliotecas tem aumentado nos últimos anos, no Brasil, inclusive com um sistema informal de empréstimo que dispensa até mesmo funcionários: nesse sistema, o próprio interessado escolhe seu livro, anota seu nome em um papel, e retira a obra, entregando-a quando puder. É uma maneira inclusive de exercitar a cidadania e o senso de responsabilidade de cada um”.

0 comentários:

Postar um comentário