sexta-feira, 24 de junho de 2011

Um começo


23 de junho de 2011

Hoje demos o pontapé inicial à Biblioteca Comunitária Sítio Vanessa no bairro de Cabrestante, comunidade localizada no final da Estrada do Anhaia, distante 15 km do centro de Morretes, na Serra do Mar do Paraná.
O Sítio Vanessa é de propriedade do ambientalista Edemilson Pereira, e fica na entrada do Parque Estadual do Pau Oco. Reunimos 30 livros de história, literatura, filosofia, poesia, cinema, design, e dicionários que tínhamos em casa para darmos início a esse projeto, uma biblioteca comunitária em um sítio em meio à natureza exuberante daquela região. O acervo é pequeno, mas já é um começo, estamos certos disso.
Segundo o Edemilson nos contou, são quatro comunidades de sítios, chácaras e casas, bairros que formam a região: Anhaia, Mundo Novo do Anhaia, Rodeio e Cabrestante. A comunidade Cabrestante encontra-se mais distante do centro de Morretes. Não há uma contagem exata de habitantes que seja do conhecimento geral por lá, mas acredita-se que aproximadamente 150 famílias vivem nessas comunidades.

Conhecemos o Edemilson há pouco tempo, ele trabalha em uma gráfica em Morretes, e em seu tempo livre, ele se dedica aos assuntos ambientais da região. Nós nos encantamos com a maneira como ele se envolve de forma apaixonada com assuntos relacionados à natureza, sustentabilidade, e ao bem estar dos moradores. Observamos que ele tem um envolvimento de forma natural nos assuntos que concernem à sua comunidade e as comunidades mais próximas. Ele também cuida da região onde mora, preocupando-se com a natureza ao redor (ele foi a primeira pessoa a dar o alerta às autoridades responsáveis de que um desastre natural parecido com o que aconteceu em Teresópolis e Nova Friburgo poderia acontecer em Morretes). Veja a reportagem.
Como todos sabemos, um desastre natural aconteceu em Morretes em março desse ano, uma enchente com desmoronamentos destruiu várias comunidades, e causou a morte de pessoas na cidade e também em Antonina.

O Edemilson assim como nós é cheio de projetos, que requerem tempo, investimento, autorizações e mão na massa, que acabam nunca saindo do papel. Como há muito tempo falávamos em dar início a uma biblioteca comunitária, mas não tínhamos encontrado um local onde pudéssemos começar a dar forma a essa vontade, quando conhecemos o Edemilson, sua família e um pouco da sua vida, enxergamos que ali poderia haver pessoas para as quais uma biblioteca seria o começo de muitas coisas. Então partimos para a ação. Certeza de que o item 5 da Pote de Mel de “Como criar uma biblioteca comunitária em 1 passo simples” pesou na hora da decisão de colocarmos a vontade em prática: “Ao ter a iniciativa para a criação de uma biblioteca desse tipo, seja rápido. É quase uma ação de guerrilha”. Foi exatamente o que fizemos quando encontramos a pessoa certa, e o lugar certo.
Levamos os livros da nossa estante, e como sempre, fomos recebidos de maneira extraordinária pelo Edemilson, por suas irmãs e sua mãe, a Dona Josefa. 
Os livros já estão lá no sítio, disponíveis aos moradores, visitantes, enfim aos leitores. Agora vamos partir para a segunda parte, que é a de arrecadar mais livros para o pessoal de Morretes.
Hoje vamos dormir com a certeza de que empreendemos algo bom, vamos dormir felizes. Agora temos um estímulo a mais para terminar nossas leituras logo, e passar os livros a outras pessoas que poderão desfrutá-los. O que interessa é que agora eles têm uma biblioteca para partlhar muitas histórias, leituras e alegrias.




Texto: Daniele Carneiro
Crédito das Fotos: Juliano Rocha

2 comentários:

  1. Olá, parabéns pela sua iniciativa. Gostaria de doar alguns livros para sua biblioteca. Por favor entre em contato comigo pelo - aneoncken@yahoo.com.br
    Obrigada
    anecy

    ResponderExcluir
  2. Olá! Foi muito bom conhecer um pouquinho da história da Biblioteca, achei muito interessante sua iniciativa e acrescentou alguns fatos no meu conceito sobre Livros X Lixo, mencionados no site Livros e Afins, e a partir de agora vou acompanhar pelo blog os assuntos da Biblioteca!

    ResponderExcluir